VOCÊS ESTÁ EM: HOME » »

Pygeum Africanus - 100mg 60 Cps
Foto Pygeum Africanus - 100mg 60 Cps


Compre acima de 1 unidades e ganhe
+10,0% de desconto!

Ref.

Fabricante:

Disponibilidade: Disponível



R$ 21,00


O pagamento com cartão poderá ser parcelado e o pagamento com depósito bancário terá 5% de desconto.
Quantidade:
CALCULE SEU FRETE

CEP:

Cartao de Crédito


1x R$ 21,00
ou 3x R$ 7,42
ou 6x R$ 3,80
ou 9x R$ 2,60

Depósito Bancário ou Boleto

Descrição:  O Pygeum é originário das regiões montanhosas da África Equatorial, em especialmente em Madagascar. Os nativos de África Equatorial empregavam a casca desta árvore para tratar enfermidades das vias urinárias e como afrodisíaco. Pygeum africanum é o nome do extrato concentrado da casca da ameixeira africana (Pygeum africanum), rico em fitosteróis (como beta-sitosterol, lupinol lupoxin e tocoferol), triterpenos (ácido ursólico e oleanólico), ésteres ferúlicos de alcoóis graxos de cadeias longas (éster de docosanol, éster de tetracosanol), além de taninos, ceras e ácidos graxos. A atividade medicamentosa do Pygeum está relacionada ao beta-sitosterol, uma molécula que se assemelha aos esteróides (hormônios sexuais e adrenais) produzidos pelo nosso próprio corpo. O extrato de Pygeum possui também uma função anti-inflamatória, um efeito estimulante da secreção e um efeito antiedematoso e um aumento da capacidade erétil, o qual se pode traduzir como um incremento na função sexual masculina sem que seja considerado como afrodisíaco. O Pygeum é um fitoterápico indicado no tratamento de distúrbios da micção provocados por hiperplasia prostática benigna, principalmente em humanos e cães. Também é usado nos transtornos urinários pós-adenomectomia, na prostatite e como coadjuvante no tratamento da esterilidade masculina

Principio ativo: Pygeum Africanus Pygeum africanum Hook.)

Apresentação:  Pygeum Africanus - 100mg 60 Cps

Sugestão de uso: Tomar 1 a 2 cps ao dia, as principais refeições,  conforme orientação.

Advertências:

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres amamentando (pode diminuir a produção de leite) e grávidas sem orientação médica.
9. Medicamentos em cápsulas não podem ser partidos ou mastigados.
10. Este medicamento nao pode ser utilizado por indivíduos hipoglicêmicos e/ou hipertensos sem orientação médica.
11. Pygeum
 pode causar desconforto gastrointestinal como um possível efeito colateral.

12. Intolerância gástrica e reações alérgicas cutâneas ocorrem raramente e normalmente desaparecem com a ingestão do Pygeum Africano às refeições.
15. Os resultados descritos variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como,  o  uso correto do produto conforme descrito na posologia.
16. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, UM MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

Referências: 

BATISTUZZO, José.  Formulário Médico Farmacêutico. 4ª Edição, Sao Paulo: Pharmabooks editora , 2011, p.784.

Bernardino, Maira Jardim; Souza, Valéria Maria de. A Farmacologia do Suplemento: desvendando a prescrição de suplementos e fitoterápicos na prática de nutrição. São Paulo: Pharmabooks, 2010.

Literatura Distribuidor Gamma.

Literatura Fornecedor Fagron.

Literatura Via Farma.

ALONSO, J. R. Tratado de Fitomedicina. Isis Ediciones. 1998.

PR Vademecum de Precripción de Plantas Medicinales. CD-ROM. 3ª edição. 1998.

Chatelain C, Autet W, Brackman F. Comparação entre uma e duas vezes formas de dosagem diária de Pygeum africanum extrato em pacientes com hiperplasia benigna da próstata: duplo-cego randomizado, com prazo aberto de extensão ao longo da Urologia. 1999 Sep; 54 (3): 473-8

 

Produto Manipulado em Nossos Laboratórios

Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 585/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!

Não se trata de propaganda, trata-se de material informativo.

 

Email:

Pergunta:

Ninguém fez perguntas sobre este produto.
  • irineu (Campinas - SP) em 22/06/2017
    "Ótimo atendimento. Parabéns pela forma como tratam seus clientes."
  • rilzelene (São Paulo - SP) em 21/06/2017
    "adorei muito obrigada ate breve"
  • rilzelene (São Paulo - SP) em 21/06/2017
    "adorei do atendimento ate a entrega muito grata, ate breve se Deus quiser."
  • deise (Rio de Janeiro - RJ) em 13/06/2017
    "Parabéns ! Serviço nota 10. Abraço!"

Clique aqui para ver mais Depoimentos

Nome:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Mensagem: